O deputado estadual Antônio Carlos Fagundes (PDT) participou, no início de novembro, de quatro inaugurações em escolas nos municípios de Alpinópolis, Carmo do Rio Claro e Bom Jesus da Penha. Prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, lideranças políticas e comunidade escolar compareceram aos eventos e demonstraram seu agradecimento ao parlamentar pelo empenho político em conquistar as melhorias para as instituições de ensino da região.


Publicidade

Fagundes destacou a importância de uma parceria positiva entre os representantes do Governo de Minas e os administradores municipais.

“Nenhum resultado seria possível se não fosse o apoio da secretária de Educação, Ana Lúcia Nikola, do secretário de Transportes e Obras Públicas, Carlos Mendes (DEM), e do governador Paulo Pimenta (Pcdob). Coube também aos prefeitos, vereadores, comunidade escolar e superintendência regional de Ensino a iniciativa de buscar essas melhorias para as escolas de suas cidades”, destacou o parlamentar.

A Escola Estadual Geraldo Andrade Vilela teve uma sala de aula ampliada, além da construção de uma sala de recursos (construída no primeiro pavimento para melhorar o acesso aos alunos especiais da escola). Foram investidos R$ 45 mil. A diretora Suely do Carmo Mendonça Lara disse que a instituição precisará, também, de uma quadra coberta. Fagundes disse que trabalhará para conquistar mais esse benefício para os alunos.

Veja também: Niterói pode receber verbas para enfrentar a pandemia.

Para a diretora Suely do Carmo, a inauguração de mais uma sala representa significativa melhoria no atendimento às demandas inerentes à educação em Carmo do Rio Claro. A biblioteca e a secretaria ganharam espaço, foi criado um ambiente exclusivo para a apresentação de vídeos, a Sala de Recursos foi instalada em lugar aconchegante, aumentando o conforto e a qualidade no atendimento aos alunos.

Em seu discurso, a diretora enalteceu as ações da secretaria de Educação e agradeceu o empenho do deputado. “Agradeço em especial ao deputado estadual Antônio Carlos Fagundes e à professora Lázara Idalina de Pádua que muito se empenharam para que esta obra se tornasse realidade”, disse.

Já a Escola Estadual Anchieta, também de Carmo do Rio Claro, recebeu a construção da sala de diretoria, secretaria, sala dos professores e cozinha, mais a reforma de banheiros para alunos e professores e a reforma nos corredores do prédio a fim de melhorar a acessibilidade. Foram investidos R$ 380 mil. “A partir do momento em que entramos em contato com o deputado, o projeto foi viabilizado. Por isso, seu intermédio foi de grande importância”, destacou a diretora Maria Darcy Barbosa Junqueira.

Ela contou que a escola estava precária, com vazamentos, banheiros fora do padrão da vigilância sanitária, cozinha e fachada do prédio não davam ao espaço físico impressão de ambiente acadêmico. “Com as reformas, as crianças estão mais animadas e felizes. O clima acadêmico/pedagógico teve grande melhoria. Para a comunidade, a escola abre espaço para os jovens praticarem esporte. Semanalmente, ocorrem os encontros de catequese, entre outros eventos quando solicitados”, destacou Maria Darcy Barbosa Junqueira.

Alpinópolis

A diretora da Escola Estadual Dona Indá, Ivanilda Geralda de Barros Silva, contou que, há 12 anos, a instituição estava correndo atrás dessa obra. “Somente com o intermédio de Fagundes, que nos ajuda nesse projeto desde 2009, foi possível esta conquista”, comemorou. Os alunos faziam as atividades de educação física em um espaço descoberto. A construção da quadra coberta foi de extrema importância no aprendizado da disciplina de Educação Física, além de melhorar as condições para que as atividades sejam realizadas de forma correta e saudável. “Para a comunidade também foi um ganho, pois esse espaço poderá ser utilizado por ela”, complementou a diretora. Foram investidos R$ 296 mil na obra.

Bom Jesus da Penha

A diretora da Escola Estadual Coronel Antônio Domingos Ribeiro, de Bom Jesus da Penha, Maria Ângela de Araújo Oliveira, destacou a participação de Antônio Carlos.

“Antes de ser deputado, Fagundes havia trabalhado em um antigo projeto da escola denominado Projeto Água, no qual ele desenvolvia as atividades voltadas para a bacia do rio São João. Ele sempre responde aos questionamentos e demandas da Escola que conta com o seu trabalho para oferecer melhorias aos alunos e à comunidade”, afirmou.

A escola teve sua cozinha reformada. A instituição havia sido notificada pela vigilância sanitária devido às más condições (pias com rachaduras e paredes com infiltrações). Também foi construída uma área de serviço, dispensa para depósito de alimentos e o laboratório foi reformado. Com essas reformas a escola está no padrão funcional e higiênico cobrado pela Vigilância Sanitária e Corpo de Bombeiros.

Confira também: Aplicativos essenciais para sua casa.

A obra ficou em mais de R$ 80 mil. Desse total, sobraram R$ 11 mil que serão investidos na reforma dos muros que são baixos e estão quebrados. “Estamos apenas aguardando a autorização da secretaria de Educação para continuarmos as reformas”, explicou Maria Ângela de Araújo Oliveira.

A diretora aproveitou para fazer um novo pedido para o deputado: a construção de uma quadra poliesportiva, pois os alunos não têm espaço para as atividades de Educação Física. Fagundes disse que essa será a próxima demanda a ser encaminhada para a secretária Ana Lúcia Nikola.

“A escola necessitava, nesse momento, dessas obras. Como os alunos são da zona rural, a merenda deve ser caprichada, pois, para alguns é a única ou principal refeição do dia. Além disso, a comunidade é presente na escola auxiliando em projetos. As Igrejas da região e a maçonaria promovem encontros em seu espaço físico. Os eventos abertos à comunidade têm um bom público, por isso a estrutura para recebê-los é de muita importância”, justificou a diretora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui