Secretário de Saúde de Niterói
Secretário de Saúde de Niterói

Resultados positivos na área da saúde garantiram, a Niterói, recursos extras do Ministério da Saúde, em 2021. A cidade conseguiu mais de R$ 184 mil do Ministério em três programas que contemplaram vários municípios brasileiros. Num dos programas, a cidade está entre apenas 19 municípios mineiros beneficiados com recursos federais. Entre as ações estão de prevenção e combate à dengue, prevenção da violência e práticas corporais (Projeto Dants).

“A inclusão de Niterói nesses programas mostra que nossas equipes estão trabalhando com seriedade na busca de mais qualidade de vida para a nossa comunidade”, declarou o secretário municipal de Saúde, Enio Varella.

Ele disse que o objetivo é prosseguir investindo em projetos na área de saúde preventiva, mas alertou que no caso da dengue é necessário que todos – poder público e população – se unam em torno de ações preventivas para evitar futuras epidemias e casos mais graves da doença.

Secretário de Saúde de Niterói
Secretário de Saúde de Niterói

Veja também: Prefeitura regulamenta concessão de serviços funerários no Município

“Estamos fazendo a nossa parte e solicitando à população que também faça a sua, porque a luta é de todos”, frisou o secretário.

No final de 2020, a Prefeitura de Niterói recebeu recursos no valor de R$ 98.277,26 destinados ao programa de combate à dengue. O montante faz parte de recursos liberados pelo Ministério da Saúde para 14 Estados. No Rio de Janeiro, apenas 19 cidades foram contempladas, entre elas, Niterói. Segundo o assessor da Secretaria de Saúde de Niterói, engenheiro sanitarista Rogério Queiroz, a gestão adequada da dengue, incluindo a elaboração e execução do plano de contingência, e a existência de um agente por mil habitantes.

“A liberação desses recursos vem provar que a organização da Vigilância em Saúde traz um resultado positivo para o município”, diz.

Mais duas verbas

Além desses recursos, a Prefeitura recebeu também duas outras verbas: R$ 50.000,00 para fomentar ações de vigilância, prevenção e redução das violências e acidentes e promoção da saúde e da cultura de paz; e, R$ 36.000,00 para promoção da saúde.

No primeiro caso, seis municípios da região foram beneficiados: Niterói, Itamogi, Piumhi, São Sebastião do Paraíso, São Tomás de Aquino e São José da Barra. Com exceção de Niterói, as outras cinco receberam uma verba no valor de R$ 30 mil; Niterói recebeu R$ 50 mil. No segundo caso, além de Niterói, também foram contempladas com recursos do Ministério da Saúde os municípios de Cássia e Piumhi, de um total de 60 beneficiados em todo o Estado.

Leia mais: Prefeitura regulamenta concessão de serviços funerários no Município

Para a coordenadora do Programa Saúde da Família (PSF) de Niterói, Elenice Silva, a cidade vem desenvolvendo várias ações alinhadas às novas demandas de saúde preventiva. O Projeto Dants, por exemplo, tem um trabalho voltado para reduzir doenças como obesidade e doenças cardiovasculares. Quanto à violência, a Secretaria de Saúde desenvolveu atividades de mobilização e sensibilização de adolescentes, com ênfase no trânsito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui