O FGTS surgiu a partir da Lei nº 5.107, de 13 de setembro de 1966 e passou a ser vigente em 01 de janeiro de 1967, com vias a proteger o trabalhador demitido sem justa causa.

Saiba que existem muitas formas de acessar a esse benefício, verificando se o seu empregador está fazendo os pagamentos devidos. Confira isso e muito mais no artigo de hoje! Boa leitura!

Veja Também: Como fazer a consulta do CPF no Serasa Grátis

Sobre as consultas ao FGTS

Como vimos na introdução deste artigo, o FGTS surge a partir de muitas lutas e reinvindicações da classe trabalhadora por regularização na relação entre empregador e empregado.

A consulta do FGTS é muito importante e o trabalhador deve fazê-la com regularidade, mesmo que não esteja na época de sacar o benefício, pois tem a vantagem de poder conferir se a empresa onde trabalha está realmente fazendo os pagamentos devidos. Para saber se tudo está ok, recomenda-se o acesso uma vez por mês, sempre com vias a consultar se a empresa fez o depósito do mês e se tudo está regularizado.

É importante ter acesso a essas informações, tendo em vista que o FGTS pode ser utilizado em duas principais situações: a) para criar um fundo de reserva, a fim de proteger o empregado na hora de um possível desemprego e b) para realizar o sonho de obtenção da casa própria, dando o valor correspondente ao seu benefício como entrada, por exemplo.

Sendo assim, se você é trabalhador com carteira assinada, mas não conhece direito esse processo, saiba que você pode fazer a consulta do FGTS sem precisar sair de casa, de modo totalmente online. Veja a seguir mais informações sobre isso.

Quem tem direito ao FGTS- EI Plus

Após todas essas informações, você deve estar se perguntando com relação a quem tem direito a este benefício, ou até mesmo, se você já sabe que tem, mas não sabe como acessá-lo. Fique sabendo que o FGTS é destinado a todos os trabalhadores com carteira assinada, sendo todos os trabalhadores regidos pela CLT (Consolidação das Leis de Trabalho).

Veja mais: Senac oferece curso profissionalizante para copeiro.

No entanto, é válido destacar que o Brasil tem um dos menores percentuais de trabalhadores com carteira assinada no mundo, ou seja, apenas 40% dos trabalhadores conseguem amplo acesso aos seus direitos trabalhistas.

Consultar online o seu FGTS

Antes de qualquer coisa, para que uma pessoa possa fazer a consulta online ao seu FGTS, esta precisa, em um primeiro momento, estar em posse de um computador, tablet ou celular e acesso à internet, pois somente assim é possível fazer a consulta ao FGTS de modo prático e descomplicado.

Sendo assim, a alternativa mais simples e prática de fazer a consulta do seu FGTS e desta forma, saber maiores informações sobre o seu benefício, é por meio do site da Caixa Econômica Federal. O cadastro é feito em questão de minutos e você já consegue saber o valor que está rendendo.

  • Primeiro, acesse o site da Caixa usando o link: www.caixa.gov.br/extrato-fgts
  • Após isso, digite o número do seu NIS, que se encontra na carteira de trabalho ou no seu cartão cidadão;
  • Na sequência, clique em Cadastrar Senha;
  • Imediatamente uma nova página irá abrir no seu navegador apresentando os termos de utilização da plataforma. Role a página até final e clique em Aceito.
  • Feito isso, você deverá preencher um formulário que irá aparecer na tela do seu dispositivo e após isso, crie uma senha para realizar a consulta do FGTS.
  • Aguarde alguns instantes enquanto o sistema finaliza o seu cadastro e depois acesse mais uma vez a página inicial.
  • Faça a inserção mais uma vez do seu NIS e agora inserindo a senha que você criou.
  • Clique na opção OK;
  • A partir disso, você será direcionado para a Home Page. Estando dela, é só clicar em FGTS e depois em extrato. Desta forma, você terá acesso a todos os valores acumulados, inclusive de outros vínculos empregatícios.

Não deixe de fazer essa consulta com periodicidade, pois é através desse controle que você terá condições de saber se o seu empregador está realmente fazendo os depósitos devidos, e caso não esteja, você terá condições de recorrer a medidas que evitem isso, uma vez que se trata de um direito previsto em lei ao trabalhador de carteira assinada.

Os tipos de consulta

Além da dica de consulta que apresentamos anteriormente, existem outras formas de fazer a consulta do seu FGTS, e uma delas é através do método convencional indo até a agência da Caixa e fazer a consulta presencialmente.

Nesse caso, basta ir até um guichê da Caixa, não necessitando ser correntista para fazer esse tipo de conferência. Para consultar o FGTS, será preciso apenas os documentos pessoais e do seu PIS/ PASEP/NIT. É recomendado levar também a carteira de trabalho, inclusive porque os dados acima estão incluídos nela.

Também existe a possibilita de fazer esse tipo de consulta via SMS, e é mais prático, pois faz com que os usuários confiram mais rapidamente o seu saldo e podem acessar até mesmo movimentações não autorizadas. Para aderir a este sistema por SMS, o interessado deve acessar o site da Caixa, colocar o seu PSI/ PASEP/NIT e a sua senha e acessar. Na sequência, clique na aba FGTS, seleciona a opção “serviços no celular”, informe o número do celular que vai receber o SMS, confirme recebimento de mensagens e aguarde que uma mensagem de confirmação será enviada ao número cadastrado.

Como você pode observar ao longo deste artigo, o FGTS foi um direito adquirido e que é muito importante para dar segurança aos trabalhadores. Além disso, é imprescindível que os trabalhadores aprendam a fazer a conferência do fundo de garantia, para saber se realmente estão recebendo em dia o pagamento devido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui