Vídeo mostra médica Mirian Carvalho surtada, gritando com parentes de pacientes em São Paulo

By | September 26, 2013

Fonte: R7

Um homem que buscava atendimento médico para a filha na rede pública de saúde de São Paulo gravou o escândalo de uma médica dentro do pronto-socorro. As imagens mostram a doutora atendendo a crianças e pais aos gritos. Ela foi afastada do cargo e pode ser exonerada.

O vídeo mostra a médica Miriam Carvalho completamente descontrolada e agressiva.

— Chama a polícia que eu já estou acostumada. Eu já fui fazer…Vários processos. Vários. Chama, chama, chama. Porque eu já fui nesse DP [distrito policial] várias e várias vezes.

Ela estava sem avental, andava agitada pelos corredores do hospital e gritou com uma enfermeira.

— Você põe para dentro que eu faço esse escândalo. Você não me conhece. Eu faço esse escândalo. Todas as vezes que entra aqui dentro é isso que acontece. Eu grito!

Em seguida, ela parte para cima do pai da criança que gravava as imagens. Ela tentou arrancar o celular das mãos dele e o agrediu. Na hora da agressão, a mulher rasgou a ficha de atendimento. O momento de fúria da médica foi gravado por Edinei Brandão de Souza. O pai contou que ele e a mulher levaram a filha de quatro anos ao hospital porque ela ardia em febre. Segundo Souza, a médica já tinha gritado com a mãe de outra criança que também precisava de tratamento. Por isso, ele começou a gravação.

— Ela chegou, ela me catou pela camisa. Ela catou a ficha da minha filha e rasgou, a ficha tá aqui comigo. E não deu a medicação da minha filha.

O casal saiu da emergência, chamou a polícia e registrou um boletim de ocorrência. Mais de uma hora depois e ainda sem atendimento para a filha, a mãe da criança, Mayara dos Santos, foi falar com a médica.

— Eu não vou atender. Eu falei: “Não?”. Não, eu atendo. Manda o seu marido apagar o vídeo.

Tudo aconteceu no início da madrugada do último sábado no Hospital Geral Doutor José Pangella de Vila Penteado, zona norte de São Paulo.

A direção do hospital informou que a médica Miriam Carvalho já foi afastada das atividades na instituição. A unidade de saúde também abriu uma sindicância para apurar o comportamento dela que pode resultar na exoneração da profissional. O caso também será encaminhado ao CRM (Conselho Regional de Medicina)./

A médica foi procurada diversas vezes no hospital e na casa dela, mas a produção da TV Record não conseguiu encontrá-la.

 

Vídeo do surto

 



 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *