Traficante Playboy do Morro da Pedreira é sequestrado e paga R$ 2 milhões para ser solto

By | March 11, 2014

playboy-traficanteQuem sequestrou deveria receber o dinheiro e depois matar este vagabundo. Faria falta para alguém?


Fonte: O Dia

Rio – Um dos traficantes mais procurados do Rio atualmente, Celso Pinheiro Pimenta, o Playboy, de 32 anos, foi salvo da morte ou da prisão graças a uma “vaquinha” de R$ 2 milhões feita por seus comparsas da facção Amigos dos Amigos (ADA). O chefe dos morros da Quitanda e da Pedreira, em Costa Barros, teria sido sequestrado na última sexta-feira, dia 7, por homens fortemente armados que o levaram para um cativeiro e exigiram o pagamento do resgate, sob a ameaça de entregarem o criminoso nas mãos de bandidos rivais ou da polícia.

Segundo fontes, o comboio de Playboy foi cercado na Estrada João Paulo por diversos homens, em dois carros pretos, na altura de Fazenda Botafogo, Zona Norte do Rio. O traficante estava voltando do Morro do Dezoito, comunidade onde a venda de drogas também é dominada pela ADA. Ele foi solto no mesmo dia, horas após o pagamento do resgate de R$ 2 milhões, na Rua Alcobaça, um dos acessos ao Morro da Pedreira.

Além da quadrilha das favelas onde Playboy é o chefe, bandidos de comunidades como Dezoito, Urubu e Vila Vintém entraram com o dinheiro. Moradores da Pedreira dizem que os sequestradores seriam PMs à paisana. Procuradas através de suas assessorias, as polícias Civil e Militar disseram não ter recebido qualquer denúncia sobre o suposto sequestro.

Alívio no Facebook

Em um perfil que seria de Playboy numa rede social, o traficante comemorou a liberdade. “Deus é fiel e tudo posso naquele que me fortalece”, escreveu o chefão, que, logo em seguida, recebeu dezenas de comentários ‘aliviados’. “Graças a Deus tu tá de volta. Que susto, mano (sic)”, escreveu um internauta. “Estão querendo ver a queda do irmão, mas graças a Deus você voltou para o Complexo na paz”, dizia outro comentário.

Aniversário no Carnaval

No Sábado de Carnaval, Playboy completou 32 anos. A comemoração aconteceu no dia seguinte, no Morro da Pedreira. A decoração da festa incluía um painel de bolas formando o apelido do traficante, e os convidados foram abastecidos com muita bebida, como vodca, uísque e cerveja. No perfil que seria de Playboy numa rede social, foi postada uma foto do bolo do aniversário com a legenda: “Estou ficando velho.”

 



 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *