Traficante Piolho da ADA confessa que sabia do plano de resgate no fórum de Bangu

By | November 2, 2013

Traficante Piolho

Traficante Piolho

Fonte: Jornal Extra

Três visitas ao Fórum de Bangu e o traficante Alexandre Bandeira de Melo, o Piolho, elaborou o plano: aproveitando-se da segurança, segundo ele, “fraca” do local no final do dia, ele seria resgatado da carceragem por seus comparsas que estão soltos. O bandido confirmou o planejamento para a fuga nessa sexta-feira, em depoimento no Complexo de Gericinó. A tentativa de resgate frustrada de Piolho, que terminou num tiroteio entre bandidos e policiais, está sendo apurada numa sindicância pela Secretaria de Administração Penitenciária. No episódio, uma criança de 8 anos e um PM morreram.

O traficante contou ainda que o combinado com os comparsas era retirá-lo da carceragem pela garagem do Fórum entre as 19h e 19h30m, momento em que, de acordo com o bandido, há menos policiais no prédio. Ele relatou que pretendia libertar todos os presos que estavam no local para que não ficasse caracterizado que era o alvo do resgate. Piolho não soube explicar porque os três bandidos entraram pela porta principal do fórum e antes do horário previsto.

A Divisão de Homicídios (DH) investiga ainda se o traficante Vanderlan Ramos da Silva, o Chocolate, que também estava na carceragem no momento da invasão, participou do plano. Em depoimento em Bangu, o traficante negou envolvimento. no episódio.

Piolho e Chocolate foram até o fórum após serem chamados pela advogada Adriana Godoy dos Santos Prado para serem testemunhas num processo de tráfico de drogas na Vila Vintém. Na hora em que eles seriam ouvidos, no entanto, Adriana desistiu de seus depoimentos. A DH investiga a informação de que uma advogada participou do plano para resgatar os traficantes. Adriana será chamada pela especializada para prestar depoimento. Procurada pelo EXTRA, a advogada não foi localizada.

A segurança do Fórum de Bangu não foi reforçada na quinta-feira. O Tribunal de Justiça do Rio disse que o patrulhamento foi montado de acordo com o que foi informado pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Rio , que, de acordo com o tribunal, deve informar sobre a periculosidade dos réus e depoentes que são chamados. Já a Seap informou que quem conhece e a “periculosidade e particularidade” de cada inquérito são os juízes.

Celsinho da Vila Vintém - Foto de Carlos Moraes

Celsinho da Vila Vintém – Foto de Carlos Moraes

Quadrilha

Por volta das 17h45m da última quinta-feira, três bandidos armados entraram no Fórum de Bangu para resgatar Piolho e Chocolate. PMs e integrantes da segurança dos magistrados, no entanto, perceberam a ação e entraram em confronto com os bandidos dentro do prédio. O tiroteio se estendeu pela rua do fórum, a Doze de Dezembro, no momento em que os criminosos tentaram fugir do local. Em depoimento, Piolho disse que havia de dez a 15 homens de sua quadrilha participando da ação de resgate. O traficante Leandro Botelho, o Scooby, já foi identificado como um dos três homens que invadiram o Fórum. De acordo com o delegado Rivaldo Barbosa, da DH, o criminoso que coordenou a ação. Piolho era chefe do tráfico do Morro do Deizoito, em Água Santa, Zona Norte do Rio.

A Secretaria de Segurança do Rio já pediu a transferência de Piolho e Chocolate para presídios federais. O mesmo será feito com Celso Luís Rodrigues, o Celsinho da Vila Vintém, um dos líderes da facção criminosa à qual pertencem os traficantes que tentaram fugir. Os três estão, por enquanto, na unidade de segurança máxima Bangu 1, em Gericinó. Também ouvido nessa sexta-feira na sindicância, Celsinho negou que tenha participado do plano de resgate dos traficantes.

O terceiro sargento Alexandre Rodrigues de Oliveira, um dos responsáveis pela segurança do fórum, acabou baleado no tórax e não resistiu. Já o primeiro-sargento Eduardo Gonçalves dos Santos, atingido no abdômen, está em estado grave. O menino Kayo da Silva Costa, de 8 anos, foi baleado na cabeça quando ia para o treino de futebol e também morreu.

Os bandidos usaram pelo menos dois carros na tentativa de fuga: um Honda i30 e um Citroen C4. O primeiro foi usado pelos três bandidos que entraram no fórum, e foi abandonado em Padre Miguel, num dos acessos à Vila Vintém, para onde os criminosos fugiram. O veículo foi roubado no último dia 26, no Méier. O outro carro foi encontrado ontem dentro do Morro do Guache, em Belford Roxo, e foi roubado na própria quinta-feira, em Bangu. A comunidade é um dos redutos de Chocolate.

 



 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *