Quadrilha armada fugiu da Covanca para o Camorim, pela Linha Amarela, informa polícia

By | September 25, 2013

Fonte: O Globo

O grupo de 15 bandidos que tentou fugir do Complexo da Covanca pela Linha Amarela, no último sábado, se refugiou na mata do bairro Camorim, entre Jacarepaguá e Vargem Pequena, após o tiroteio com PMs do Batalhão de Policiamento de Vias Especiais (BPVE) e do Choque. O local fica a 3km de um dos cruzamentos mais movimentados da cidade, entre as avenidas das Américas e Senador Allende, no Recreio. Segundo informações da 41ª DP (Tanque), Thiago Pereira, o Tiquinho, chefe do tráfico na Covanca, integra o bando, que porta dez fuzis.

 

traficantes-da-covanca-3

 

Agentes da distrital estão mapeando a quadrilha que agia na mata da Covanca. De acordo com as investigações, só no último mês, o grupo trocou de chefe três vezes. Até dia 29 de agosto, o líder do grupo era Antônio Marcos Guimarães, o Antoninho, preso numa operação da delegacia. Após a ocasião, Rogério Alves, o Playboy, saiu do Complexo do Lins para assumir a liderança do grupo, a mando de Luiz Claudio Machado, o Marreta. Playboy foi preso, por agentes da 25ª DP (Engenho Novo), no último dia 16. Claudino dos Santos Coelho, o Russão, então, passou a ser o chefe, até ser morto por homens do Bope na última sexta-feira. Desde então, quem manda é Tiquinho, que aparece na foto divulgada pelo EXTRA acompanhado de outros 27 bandidos com 15 fuzis.

Em depoimento a agentes da 41ª DP no dia de sua prisão, o ex-líder Antônio Marcos Guimarães já havia dado uma amostra do poderio bélico do grupo: na ocasião, o grupo era formado por 50 pessoas. Até agora, 22 integrantes da quadrilha foram identificados pelos agentes.

 



 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *