Procuradora Vera Lúcia de Sant’anna Gomes presa por torturar uma criança é solta após quatro anos

By | March 26, 2014

Vera-Lucia-SantAnna-GomesFonte: G1

A justiça mandou soltar a procuradora de justiça aposentada Vera Lúcia de Sant’anna Gomes, condenada por espancar em 2010 uma criança de dois anos que ela pretendia adotar. O Supremo Tribunal Federal tomou a decisão depois que um pedido de habeas corpus foi feito para que ela aguarde em liberdade.

A procuradora aposentada do Ministério Público do Estado do Rio foi condenada a 4 anos e 1 mês de prisão. Ela recorreu da sentença que a condenou e, por isso, cumpria prisão cautelar. O habeas corpus foi pedido para que a acusada possa esperar a decisão judicial fora da prisão.

Relembre o caso

Vera Lúcia foi denunciada por ex-empregados. Todos relataram agressões físicas e psicológicas contra a menina que estava em período de adaptação para ser adotada pela procuradora. Um laudo do Instituto Médico Legal diz que a criança foi vítima de cruéis e sucessivas agressões em datas diferentes e em várias partes do corpo.

Depois de uma denúncia, a menina foi retirada do apartamento dela com sinais de espancamento. Ficou internada três dias no hospital. Seis ex-empregados, que são testemunhas do caso, e dois porteiros, já prestaram depoimento.

Em depoimento na delegacia, Vera Lúcia Gomes disse sequer ter visto a menina machucada, mas admitiu ter xingado a criança. Seria dela a voz que aparece em gravações entregues ao Conselho Tutelar: “Engole. Você vai comer tudo, entendeu? Sua vaquinha! Pode chorar quanto quiser e vai comer, sua cachorra”.

Após investigação, a polícia indiciou Vera Lúcia por tortura qualificada contra a criança de 2 anos e por racismo contra os ex-empregados.

No dia 5 de maio de 2010, o juiz Guilherme Schilling Pollo Duarte, da 32ª Vara Criminal da capital, decretou a prisão preventiva da procuradora. Policiais estiveram no apartamento de Vera Lúcia, em Ipanema, na Zona Sul, mas ela não foi encontrada. Os agentes também foram à casa da procuradora em Búzios, na Região dos Lagos.

Cerca de uma semana depois, Vera Lúcia de Sant’anna Gomes se entregou à Justiça, no Fórum do Rio, no Centro da cidade. Ela foi levada para uma cela especial na Polinter, na Zona Norte.

 



 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *