PCC quer 111 PMs mortos em 2012 para lembrar dos 20 anos do massacre do Carandiru

By | December 26, 2012

marcolaTodo o meio policial já sabe desta informação, o governo de São Paulo sabe também, a situação não é informada para não causar pânico na população.

Por determinação do líder do PCC, Marcola, este ano de 2012, quando se completa 20 anos do massacre de presos do Carandiru, deveria ser marcado pelo mesmo número de policiais mortos, uma forma de se lembrar a data e principalmente de vingança.

O PCC é um tumor que cresce em São Paulo por culpa exclusiva de todos os governadores do estado nestes últimos 20 anos, num primeiro momento se negaram a adimitir a existência do grupo e depois não tiveram coragem suficiente para combatê-los. Estes vagabundos (refiro-me aos do PCC) deveriam ter sido isolados em presídios de segurança máxima bem longe de São Paulo, mas não houve um governador com coragem suficiente para fazê-lo.

O combate a facção é mais difícil em São Paulo do que no Rio de Janeiro. No Rio, bandidos como o Nem da Rocinha, tem ou tinham seu território e sua quadrilha, para combater o estado deve ir ao seu local de atuação e prender os bandidos e apreender drogas e armas.

Em São Paulo com o PCC é diferente, Marcola não é dono de nenhuma boca de fumo, ou biqueira como eles chamam por lá. Eles criaram a organização dentro dos presídios e qualquer um que queira assaltar ou traficar no estado de São Paulo lhe deve um tributo, quem não paga é morto durante seu ofício ou, ainda mais fácil, quando é preso.

Seria importantíssimo enviar todo o primeiro, segundo e terceiro escalão do PCC para prisões bem longe de Sâo Paulo. Esta transferência deveria ser acompanhada de uma ocupação da cidade pelas forças policiais estaduais, pela polícia federal, força nacional e forças armadas, como acontece no Rio de Janeiro às vesperas de uma ocupação de comunidade para implantação de UPP. O risco de um novo “salve geral” como em 2006 é grande.

 



 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *