Milícia que atua em Quintino executa dois meninos que foram a baile funk no morro do Dezoito

By | November 8, 2013

yan-ladislauFonte: R7

Um grupo de milicianos é apontado pela polícia como responsável pelos assassinatos de Yan Ladislau, de 15 anos, e Daniel Martin, de 16, no morro da Caixa D’água, na zona norte do Rio. Os dois amigos foram assassinados na porta da casa de Yan, diante de várias testemunhas. O crime teria sido motivado pelo fato de eles terem ido a um baile funk no morro do Dezoito, que é comandado por uma facção rival.

A mãe de Yan estava na cozinha no dia dos homicídios, em 13 de outubro, e, ao ouvir os tiros, correu para ver o que tinha acontecido. Ela contou à reportagem da Record que observou o filho caído no chão e autor dos disparos com a arma para cima, falando que a ação deveria servir de exemplo para os outros moradores da favela da Caixa D’água.

A mulher procurou a polícia para denunciar o autor do crime e, com medo, teve que se mudar com a família. A Divisão de Homicídios informou que os responsáveis pela morte dos dois jovens são milicianos que controlam a Caixa D’água e o morro do Fubá. Desde os assassinatos, a polícia realiza incursões para tentar capturar os suspeitos.

Matéria da Record

 



 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *