Mais uma noite e madrugada de tiros na região da Praça Seca

By | September 16, 2013

operacao-bateau-mouche-3Rio – No final da noite de domingo e na madrugada desta segunda-feria a população da Praça Seca ouviu vários tiros de fuzil. Os disparos que aconteceram a noite vieram da comunidade Bateau Mouche, os outros ouvidos as duas e quarenta da manhã não tenho como dizer de onde vieram, é difícil acordar no meio da madrugada e identificar a direção de tiros.

Não foram tiroteios, acredito, podem ter sido traficantes drogados se divertindo com os fuzis que trouxeram das comunidades que o governo chama de pacificadas ou encontros rápidos entre traficantes e milicianos, traficantes e polícia e milícia e polícia, temos uma salada de violência por aqui.

O fato é que todos aqui estão de saco cheio desta situação, o governo criou seu cinturão de segurança aplaudido pela mídia que mora dentro do cinturão e quem está fora desta “zona verde” tem de aturar todos os vagabundos que foram convidados a se retirar do cinturão de segurança, além dos que já atuavam por aqui.

A segurança pública das zonas oeste, norte e Baixada Fluminense está entregue a batalhões de polícia militar com lideranças corruptas, policiais honestos tem de fingir que não estão vendo o que acontece ou são forçados a aderir a corrupção, afinal, se o comandante de um batalhão de polícia “vende” uma favela para uma facção criminosa, não há o que um praça possa fazer. Para quem não mora no suburbio a expressão “vender um morro” pode parecer surreal, mas é coisa comum por estas bandas, a polícia expulsa uma facção ou um grupo miliciano e vende, literalmente, para outra facção como um feudo.

Desde janeiro quando começou a guerra na Praça Seca, este site e um grupo de pessoas não identificadas no Twitter vem sistematicamente denunciando tudo que acontece na região, as ações da polícia desde então tem sido pífias. Houve uma única operação comandada pelo competente delegado Marcus Vinicius Braga que prendeu dois traficantes e uns cinco pulgas de bunda e mais nada.

Sem muita esperança mas buscando apoio escrevi para o deputado Marcelo Freixo pedindo ajuda quando dois moradores foram assassinados no início de setembro, um deles cortado ao meio. Ele respondeu que o assunto era da Secretaria de Segurança mas que poderia tentar ajudar, respondi com links das notícias sobre os fatos acontecidos na Praça Seca mas ficou por ai, não tive mais resposta. Um defensor dos direitos humanos sabe que terá mais holofotes se a vítima for morta pela polícia, pessoas mortas por traficantes não dão Ibope nem voto.

Abaixo nossa curta conversa:

 

freixo-twitter

 

Os links enviados para o deputado

http://noticiasriobrasil.com.br/?p=10382
http://noticiasriobrasil.com.br/?p=10373
http://noticiasriobrasil.com.br/?p=10356
http://noticiasriobrasil.com.br/?p=10269

 



 

5 thoughts on “Mais uma noite e madrugada de tiros na região da Praça Seca

  1. caribaldi

    Eu acho que estamos esquecidos por aqui .estamos em uma falha de Gaza por favor alguém olhei 9ordem nos

    Reply
  2. caribaldi

    Tem muito carro e moto roubados aqui em cima não da pra acreditar que em um lugar que tínhamos paz agora virou um inferno

    Cadê vocês polícias ?
    Eles não vão vim sabe por q o carregou foi mas alto do q os do milicianos

    Quero minha paz de volta…………

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *