Guerra do tráfico em Madureira começou após vagabundos do CV irem a baile funk na Serrinha

By | January 12, 2014

serrinha-traficante-bone-8Fonte: Extra

Para Arlindo Cruz, Madureira “é sorriso, é paz e prazer”. Para os moradores da região, no entanto, a disputa pelo controle do tráfico de drogas nas favelas do bairro tem mudado um pouco a melodia cantada pelo sambista. Desde que bandidos do Cajueiro e de Congonhas foram até uma festa no alto da Serrinha, no dia 27 de dezembro, as duas facções travaram uma verdadeira guerra pelo domínio das três comunidades do subúrbio.

Foi durante um baile funk, onde estava presente, inclusive, o chefe do tráfico da Serrinha: Walace de Brito Trindade, conhecido como Lacosta, de 31 anos. Bandidos subiram e atiraram. Os criminosos de lá revidaram e houve intensa troca de tiros.

Como retaliação, na última segunda-feira, dia 6 de janeiro, os traficantes da Serrinha desceram para tomar o controle do Cajueiro. Novamente houve confronto e uma moradora chegou a ser ferida em uma das mãos por uma bala perdida, quando chegava em casa.

— Ouço rajada todo dia. Dá um medo de atingirem a gente, pessoas de bem, que não têm nada a ver com essa briga deles. Não tenho dormido direito — conta uma aposentada de 72 anos, que há exatos 50 mora na rua que separa as duas comunidades.

A polícia já está em alerta para uma possível ajuda de criminosos das favelas Faz Quem Quer e Juramento aos bandidos da mesma facção para retomada do Cajueiro e de Congonhas nos próximos dias.

Expulsões e agressões aos moradores

Desde que a briga entre os traficantes das duas facções que dominam as três favelas teve início, além dos tiros, moradores do Cajueiro e de Congonhas têm sido agredidos e até expulsos de suas casas. Informações do Disque-Denúncia, dão conta de que homens armados de pistola e fuzil circulam pelas favelas aterrorizando pessoas que teriam ligação com a quadrilha que controlava o local até o fim do ano passado.

Nas favelas há apenas uma boca de fumo, mas a movimentação financeira chega a R$ 2 milhões mensais. Na última sexta-feira, o EXTRA percorreu o local e cruzou com dezenas de usuários de crack. A droga, entretanto, já está sendo proibida ali, onde se lê uma faixa com o escrito: “Jesus é o dono do lugar”.

Em nota, o delegado titular da 29ª DP (Madureira), Rui Barbosa, informou que há um inquérito em andamento sobre o tráfico nas comunidades da Serrinha e do Cajueiro e o confronto entre criminosos da região. O delegado adiantou também que vai solicitar à Justiça a prisão de traficantes já identificados durante a investigação.

Vídeo feito por morador

 



 

2 thoughts on “Guerra do tráfico em Madureira começou após vagabundos do CV irem a baile funk na Serrinha

  1. mhs

    Ñ entendo porque esses vermes malditos colocam o nome de Jesus nesse meio,seres imundos insignificantes,todos eles são enviados da besta, vieram a terra predestinados para roubar,matar e destruir.DEUS é o SENHOR da paz e ñ desse inferno que eles vem fazendo.DEUS só esta do lado de nós que somos pessoas do bem.

    Reply
  2. ROT

    CRISTO MORREU NA CRUZ POR TODOS,SEM DISTINÇÃO… ELE VEIO PARA QUE TODOS CHEGASSEM AO ARREPENDIMENTO E CABE Á NÓS FAZER NOSSA PARTE E PEDIR Á DEUS QUE TENHA MISERICÓRDIA DA VIDA DELES PARA QUE OS MESMOS AO MENOS TENHAM A MARAVILHOSA OPORTUNIDADE QUE NÓS TIVEMOS EM TER A VIDA TRANSFORMADA PELO PODER QUE HÁ NO NOME DE JESUS…. QUE DEUS TRANSFORME A VIDA DELES.. TALVEZ NÃO ESTEJAMOS COMETENDO OS MESMOS ERROS QUE ELES, MAS SOMOS TODOS PECADORES… QUE ELES POSSAM OUVIR A VOZ DO ESPÍRITO SANTO, ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS…. QUE DEUS ABENÇOE À TODOS… AMÉM….

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *