Engenheiro Thiago Aparecido Scarpin, embriagado, causa morte de mulher grávida em acidente

By | January 5, 2014

Fonte: G1

Uma gestante de oito meses e o marido dela morreram em São Carlos (SP) na madrugada deste domingo (5) após o carro em que viajavam ser atingido por outro na Rodovia Luís Augusto de Oliveira (SP-215), que liga a cidade a Ribeirão Bonito. O motorista que provocou o acidente, um engenheiro de 30 anos, apresentava sinais de embriaguez, segundo a Polícia Militar. Ele foi preso em flagrante após realizar o exame de bafômetro e responderá por lesão corporal, embriaguez ao volante e homicídio doloso, quando há intenção de matar.

Engenheiro-Thiago-Aparecido-Scarpin
Foto: Marcelo Carboni

O filho de quatro anos do casal e uma mulher que também estavam no veículo atingido ficaram feridos. Eles foram socorridos para a Santa Casa e não correm risco de morte. Os dois continuam internados em observação, informou o hospital. Os condutores de ambos os automóveis nada sofreram.

O acidente aconteceu por volta das 3h30. As cinco pessoas que estavam no carro Gol são de Dourado e voltavam de Ilha Bela, onde passaram a virada de ano. Segundo a PM, o engenheiro Thiago Aparecido Scarpin dirigia um veículo Prisma de Ribeirão Bonito para São Carlos quando invadiu a pista contrária na altura do quilômetro 156 da rodovia e provocou a colisão.

O motorista do Gol ainda tentou desviar, mas o carro foi atingido. O amigo dele, que viajava como passageiro, e a mulher grávida, sentada no banco de trás, morreram na hora. O filho do casal estava preso a uma cadeirinha, mas com o impacto foi arremessado pela janela. Ele sofreu apenas um arranhão no rosto.
O advogado de Scarpin, David Pires, disse reconhecer que o cliente dele fez uso de bebida alcoólica e que irá responder pelos atos.

Recém-casados

O casal morto no acidente havia se casado há um mês e estava feliz com a chegada do bebê, que nasceria em fevereiro, contou Sebastião Benedito Messias dos Santos, tio do motorista do carro em que estavam as vítimas.

Segundo ele, o casal de amigos e o sobrinho eram muito amigos e se reuniam todo o fim de semana em churrascos e eventos. “O marido dela trabalhava como marceneiro e tanto ele quanto a mulher esperavam ansiosos pelo término da construção da casa onde iriam morar. Eram pessoas muito queridas, foi uma fatalidade”, disse.

Os corpos das vítimas foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de São Carlos. O velório e o enterro estão previstos para ocorrer ainda esta tarde em Dourado, segundo informou a família.

 



 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *