Dois oficiais da PM são demitidos por envolvimento com jogo do bicho

By | January 9, 2014

Martins (camisa preta) e Nóbrega (listrada) - Foto: Jadson Marques

Martins (camisa preta) e Nóbrega (listrada) – Foto: Jadson Marques

Fonte: Jornal Extra

Dois oficiais da Polícia Militar acusados de fazerem parte da segurança do contraventor José Luiz de Barros Lops, conhecido como Zé Personal, foram demitidos da corporação na última terça-feira. O 1º tenente João André Ferreira Martins e o capitão Adriano Magalhães da Nóbrega responderam a um Processo Administrativo Disciplinar instaurado pela Corregedoria da PM, posteriormente encaminhado ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Os dois também são acusados de terem envolvimento nas atividades ilícitas de Zé Personal.

João André e Adriano eram alvo de mandados de prisão na operação Tempestade no Deserto, deflagrada em dezembro de 2011. A ação tinha como objetivo desarticular uma quadrilha que seria responsável por homicídios e outros crimes relacionados a uma disputa de poder pelo patrimônio do contraventor Waldomiro Paes Garcia, o Maninho. A operação foi realizada pela Subsecretaria de Inteligência da Secretaria de Segurança (SSINTE) e pela Delegacia de Repressão às Ações do Crime Organizado e Inquéritos Especiais (Draco-IE), com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público.

 



 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *