Traficante Marreta chega à favela da Maré e inicia guerra interna no Comando Vermelho

traficante-marreta-cvFonte: Jornal Extra

Um intenso tiroteio entre traficantes de facções rivais na tarde de ontem deixou, mais uma vez, os moradores da Maré sitiados. Era meio-dia quando a troca de tiros começou entre bandidos da Nova Holanda e da Baixa do Sapateiro. Por volta das 15h, o caveirão da PM entrou na favela, mas não demorou a sair. Não há informações sobre feridos.

A guerra se acirrou há cerca de duas semanas, às vésperas da ocupação do Complexo do Lins, que aconteceu no último dia 6. De acordo com fontes ligadas à polícia, pelo menos 20 bandidos fortemente armados que faziam parte do tráfico no Lins se refugiaram na Nova Holanda. As duas comunidades são dominadas pela mesma facção criminosa.

Um dos chefões do Lins, Luís Cláudio Machado, o Marreta, estaria no Parque União, após uma breve passagem pelo Morro do Chapadão, em Costa Barros. Sua chegada à Maré teria deflagrado uma guerra interna na facção criminosa pelo território. Teria partido dele a ordem de decapitar, na semana passada, um bandido do próprio grupo que não acatou suas ordens.

Ainda segundo policiais, os criminosos chegaram do Lins armados com lançadores de granada. Na última terça-feira, durante intenso tiroteio, uma granada teria atingido a porta do Ciep Elis Regina, próximo à Vila Olímpica, numa região que fica em meio ao fogo cruzado das duas comunidades rivais. O pânico foi geral, com pais e crianças correndo desesperados.

Policiais relatam que o calibre das armas aumentou e, em determinadas áreas, anda-se nas ruas chutando cartuchos de fuzil. Nesses dias de tiroteio, os moradores ficam trancados em casa, os serviços de Correios e entregas são suspensos, e os telefones fixos, cortados.

O governo do estado havia marcado para agosto a pacificação do Complexo da Maré, o que não aconteceu, segundo o comandante da PM, coronel José Luís Castro, por falta de PMs para atuar nas futuras UPPs da região. No último dia 6, após a ocupação do Lins, o governador Sérgio Cabral anunciou que o Complexo da Maré será o próximo a ser pacificado, no primeiro trimestre de 2014.

 



 

Comentários

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>