Author Archives: editor

Polícia prende suspeito de matar esposa a facadas em Niterói

Rio – A Polícia Militar prendeu em flagrante, nesta sexta-feira, Alex Estevão Gomes, 42 anos, apontado como autor do homicídio de Maria Tavares Guilherme, 43 anos, nesta manhã. A vítima foi atingida por golpes de faca supostamente em uma briga de casal. Agentes do 12º BPM (Niterói) foram acionados para a ocorrência, no Fonseca, mas quando chegaram, ela já estava sendo atendida pelo Corpo de Bombeiros.

Segundo o delegado Fábio Barucke, da Delegacia de Homicídios (DH) de Niterói, a família da vítima negou que os dois tivessem qualquer tipo de relacionamento. Ainda conforme Barucke, Alex Estevão estava sob efeito de remédios. “Ele não falava coisa com coisa, estava desorientado. Vamos tomar o depoimento dele assim que estiver em condições”, disse.

Os militares do quartel de Niterói encaminharam Maria Teresa para o Hospital Azevedo Lima, naquele bairro. Ela deu entrada na unidade em estado gravíssimo e sofreu uma parada cardiorrespiratória. Em nota, a direção da unidade disse que foram feitas manobras de ressuscitação, porém ela não resistiu e morreu.

Segundo a Polícia Civil, o corpo de Maria Teresa já foi levado para o Instituto Médico Legal da região. Agentes da especializada estão à procura de testemunhas e imagens de câmeras de segurança instaladas na localidade para análise.

Maria-Tavares-Guilherme

Irmão de Elba Ramalho morre atropelado em João Pessoa, Paraíba

Fonte: O Dia

João Pessoa – O irmão da cantora Elba Ramalho, Eracliton Nunes Ramalho, de 62 anos, morreu na noite desta sexta-feira após ser atropelado por uma motoclicleta no bairro dos Estados, em João Pessoa, na Paraíba.

A cantora divulgou a notícia e contou como foi o acidente em uma publicação em seu perfil no Instagram. “Acabo de perder um irmão, esse jovem da foto, com esse sorriso estampado no rosto e o coração do tamanho do mundo. Foi surpreendido por um motoqueiro a mil por hora numa rua pacata de João Pessoa. Mas não é só lá que os motoqueiros nos surpreendem. Muitas vezes, são surpreendidos também, porque andam de forma imprudente”, escreveu a cantora.

Ainda na postagem, Elba Ramalho lamentou a morte do irmão. “Não existe desculpas para a morte, eu sei, porque Deus está sempre no comando! Sim, estou muito triste, assustada e cheia de saudade. Te amo, “doutorzinho”, e vou te amar sempre. Olha prá Luz, o Céu é bem ali! Só não me peça prá não chorar”.

irmar-elba-ramalho-atropelado

Professora Luciana Fernandes é agredida por aluna e irmãs dentro de escola no RS

Professora-Luciana-FernandesUma professora foi agredida por uma aluna de 15 anos e suas duas irmãs durante uma festa realizada na Escola Municipal Padre Afonso Kist, na cidade de Parobé, no Rio Grande do Sul, no último sábado. Naquele dia, a escola celebrava o Dia dos Pais com os estudantes e as famílias – com direito a atividades de festa junina. Luciana Fernandes, de 23 anos, professora de Ciências Biológicas, ficou responsável por uma das brincadeiras, que tinha o objetivo de arrecadar fundos para a escola. Foi aí que a confusão começou.

– Eu fiquei responsável pela cadeia, brincadeira típica de festas juninas. Criamos uma prisão simbólica, para onde as pessoas da festa podiam ser levadas – sem uso de força física – e, depois, liberadas. O valor da “fiança” era de 50 centavos, mas não era obrigatória. Era uma brincadeira mesmo, com o objetivo de arrecadar fundos para a escola. Em determinado momento, essa aluna foi “presa” com um colega, que pagou a fiança dos dois. Quando fui sair para pegar o troco do menino, ela tentou me agredir. Disse que ia me matar – relatou Luciana.

A confusão foi contida pelo noivo de Luciana, que acabou levando tapas da estudante, e por outros funcionários da escola. Luciana conta que, depois disso, uma professora a orientou que fosse embora do local para se proteger. Porém, antes de sair, ela foi até a sala dos professores conversar com a coordenadora da escola sobre o caso. No meio da conversa, a sala foi invadida pela aluna e suas duas irmãs, maiores de idade, que partiram para cima de Luciana.

– Só ouvi a estudante gritar: “É aquela ali!”. Depois disso, as três começaram a me agredir brutalmente. Me deram socos, pontapés, puxaram meu cabelo. Do lado de fora, cerca de dez familiares da menina incitavam as agressões. A coordenadora tentou afastá-las, mas elas eram muito fortes. Não reagi em nenhum momento – contou a professora, que não sabe quanto tempo duraram as agressões.

A briga foi apartada pelo noivo de Luciana, que estava do lado de fora da escola a esperando para ir embora. Quando as agressoras foram afastadas, o casal trancou a porta da sala e, junto com a coordenadora, aguardou a chegada da Brigada Militar. Nesse meio tempo, Luciana conta que a família ficou do lado de fora da escola gritando ameaças para ela. Quando os policiais chegaram, foram todos levados para a Delegacia de Taquara, cidade vizinha, onde a ocorrência foi registrada por Luciana como vias de fato. Todos os detidos foram liberados e a menor foi entregue aos responsáveis.

 







 

Traficante Tripinha da Covanca é preso pela polícia civil

Policiais da 62ª DP (Imbariê) prenderam, na tarde desta quarta-feira, o traficante Manoel Felipe dos Santos Abrantes, o “Tripinha”, 23 anos. Contra ele estão expedidos três mandados de prisão por tráfico e associação para o tráfico de drogas, extorsão, tortura, porte ilegal de arma de fogo e roubo a transeunte.

De acordo com os agentes da unidade, o criminoso atuava nas comunidades da Barão, Bateau Mouche, Caixa D’Agua e Covanca. Manoel é apontado como braço direito do traficante Thiago Pereira, o “Tiquinho” ou “TK”, preso no início de 2014, por policiais da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), apontado como chefe do tráfico na Covanca.

Segundo o delegado Marcos Santana, titular da unidade, o traficante estava escondido há dois meses no Bairro Parada Morabi, em Imbariê, onde foi preso.

traficante-da-covanca-tripinha

 



 

Polícia Militar prende gerente do tráfico na Cidade de Deus

Policiais Militares após troca de tiros na localidade Rocinha 2, realizaram um cerco e prenderam, ao se chocar com uma viatura, Leonardo Martins, vulgo Pula Pula (gerente do tráfico nos Barracos) e Carlos Alberto da Cruz Santos, vulgo Lagarto, esse também, reconhecido como assaltante em roubos praticados na Freguesia e Anil. Com os gansos foram encontrados 231 trouxinhas de maconha. A ocorrência foi registrada na 32ª DP.

traficante-cidade-de-deus-1

traficante-cidade-de-deus-2

traficante-cidade-de-deus-3

traficante-cidade-de-deus-4

 



 

Policial Militar e mulher são baleados na rua Doutor Bernardino na Praça Seca

A Praça Seca é um refugio perfeito para traficantes do Comando Vermelho oriundos de vários pontos do Rio. O final das ruas Capitao Menezes e Doutor Bernardino são os mais perigosos e a rua Marangá, que atravessa as duas vias é local de circulação de vagaundos armados em motos que fazem o “policiamento” local.

O CV é a facção mais conhecida por desrespeitar moradores das comunidades onde se instala e assaltar trabalhadores em ônibus ou quando voltam para suas casas, por conta da covardia destes imundos, mulheres são os principais alvos.


Um policial militar do 9º BPM (Rocha Miranda) foi baleado, na noite desta segunda-feira, na Praça Seca, bairro da Zona Oeste do Rio. Segundo informações do batalhão, o cabo Alex de Oliveira da Silva saía de casa, na Rua Doutor Bernardino, quando reagiu a uma tentativa de assalto. O PM estava no carro de um amigo e acabou atingido na virilha. Ele foi socorrido por colegas de farda que ocupam o Morro São José Operário, perto do local, e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Campinho. Não informações sobre o estado de saúde do cabo.

Por meio do Facebook, moradores se queixaram que a tentativa de assalto sofrida pelo policial não foi o único episódio de violência registrado na Praça Seca na noite desta segunda. Eles denunciam que uma mulher foi baleada na região e também que bandidos armados fizeram falsa blitz nas ruas Doutor Bernardino e Capitão Menezes, na altura da Pedro Teles. Segundo o relato postado no perfil “Praça Seca News”, os criminosos param táxis e carros, “revistando tudo minuciosamente”.

praca-seca-fb

No perfil há também críticas ao atendimento feito pela polícia na região: “não podemos contar com o 9° BPM. Temos que ligar sempre para o 190 (que não pede mais identificação da pessoa) e Disque Denúncia sempre que vermos algo de errado”.

A assessoria de imprensa da Polícia Militar foi procurada para comentar as denúncias feitas pelo “Praça Seca News”, mas o órgão ainda não se pronunciou.

 



 

Traficante da Covanca é preso pela PM por estupro no Rio das Pedras

traficante-pingo-covancaPoliciais Militares em patrulhamento no Rio das Pedras, na tarde desse domingo, abordaram Liomar Santos de Souza, vulgo Pingo da Covanca, ex-gerente do tráfico na Covanca, e foi verificado um mandado de prisão aberto por estupro, o mesmo foi conduzido a 32° DP e permaneceu preso.

 



 

Ação da PM deixa quatro mortos na Mangueira, fuzis, pistolas e granadas foram apreendidos

Quatro homens morreram baleados em confronto entre PMs do Batalhão de Choque (BPChoque) e bandidos na madrugada deste domingo, na Mangueira, Zona Norte do Rio. Na ação, um suspeito foi detido e grande quantidade de armas foi apreendida. O caso foi registrado na 17ª DP (São Cristóvão).

Segundo a Polícia Militar, o tiroteio aconteceu durante operação policial de combate ao tráfico. Houve troca de tiros entre criminosos e os policiais. Os quatro feridos foram encaminhados para o Hospital Souza Aguiar, no Centro. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, eles foram atingidos por “múltiplos tiros” e três já chegaram mortos à unidade. O outro não resistiu aos ferimentos e morrou logo depois.

Ao todo, foram apreendidos quatro fuzis, cinco pistolas, cinco granadas, 15 carregadores de fuzil, 10 carregadores de pistola e cerca de 1000 munições. A ação teve o apoio do Setor de Inteligência da UPP Mangueira.

pm-na-mangueira

 



 

Servidores do Degase farão ato público em repúdio ao sequuestro e tortura de agente

O Sind-Degase está convocando servidores para Ato Público em repúdio ao covarde sequestro seguido de tortura do Agente Socioeducativo Israel Nunes, que seria executado por traficantes do Comando Vermelho por trabalhar no Degase.

O Sindicato pede que os servidores levem apitos, panelas, cornetas, e que compareçam fardados ou vestidos de preto.

A categoria exige ainda justiça e o reconhecimento da insegurança que está exposta, tanto dentro como fora das unidades de internação de adolescentes infratores.

Dia 31/03, às 09hrs, nas escadarias da ALERJ.

received_785357984847417

 



 

Sargento que matou ladrão durante assalto foi preso por índicios de execução

Apesar do sargento ter cometido um crime este site apoia sua atitude, o bandido se tivesse chance teria feito o mesmo. Aqui é o Rio de Janeiro, você escolhe caçar ou ser caçado, morrer ou ser julgado.


O sargento Cláudio Farias Singelo do 16º BPM (Olaria) foi preso ontem por agentes da Divisão de Homicídios acusado de executar um bandido na Pavuna. O sargento foi surpreendido por três criminosos quando saía de casa, na Rua Beni Carvalho e trocou tiros com os assaltantes. Um dos bandidos, identificado como Alex de Melo Câmara, ficou ferido.

Segundo o delegado Pablo Rodriguez, o PM ainda disparou mais um tiro à queima roupa quando o homem já estava rendido.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, “o relatório de local da DH apontou que depois que estava caído no chão com seis tiros, ele foi baleado mais três vezes, (ombro, clavícula e nuca), a curta distância. A perícia do veículo do policial revelou que dos 15 tiros, 12 foram disparados de dentro para fora. Diante da situação, o delegado entendeu que houve excesso por parte do PM na legítima defesa”.

policial-mata-suspeito-assalto

policial-mata-suspeito-assalto-2

Este sargento foi executado em Olaria em dezembro de 2014, os bandidos ainda estão soltos

 



 

Agente do Degase é atacado a pedradas por grupo de 15 vagabundos em São Cristovão

Um agente socioeducativo do Degase foi atacado por um grupo de adolescentes infratores em São Cristovão. O agente estava acompanhando seu filho que estuda no Colégio Pedro II.

Pai e filho foram perseguidos pelo grupo que atirava paus e pedras, os dois conseguiram se abrigar dentro de uma loja do bairro e populares acionaram a Polícia Militar que enviou duas viaturas e resgatou o agente e seu filho sem ferimentos.

Agentes do Degase não tem direito ao porte de arma, quando se deparam com grupos grandes de menores infratores só lhes restam rezar e correr.

crack

 



 

Delegado Pablo Rodrigues da DH autua PM que matou vagabundo por homicídio doloso

O sargento da Polícia Militar Cláudio Farias Singelo sofreu uma tentativa de assalto na Pavuna na noite de ontem. Ao perceber que o sargento estava armado os bandidos atiraram várias vezes contra o policial, em seu carro haviam dez perfurações de vários calibres.

O sargento revidou e um vagabundo morreu no tiroteio, o homem que estava sem identificação portava um revolver calibre 38.

O delegado Pablo Rodrigues, da Divisão de Homicídios (DH) considerou que o sargento Singelo cometeu “excesso e execução” e o autuou por homicídio doloso.

O PM foi encaminhado à Unidade Prisional da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro.

Resta saber quantas vezes um policial precisa ser alvejado para poder reagir, para a polícia civil dez é pouco.

Leia também:
– Sargento que matou ladrão durante assalto foi preso por índicios de execução

policial-mata-suspeito-assalto

policial-mata-suspeito-assalto-2

Este sargento foi executado em Olaria em dezembro de 2014, os bandidos ainda estão soltos

 



 

Policial militar de folga mata suspeito que tentou roubar seu carro na Pavuna

Fonte: O Dia

Rio – Um policial militar do 16º BPM (Olaria) matou um suspeito durante uma tentativa de assalto na Rua Beni Carvalho, na Pavuna, Zona Norte do Rio, na noite desta sexta-feira. O local fica a menos de três quilômetros da 39ª DP (Pavuna).

De acordo com o 41º BPM (Irajá), por volta das 20h três bandidos em uma Tucson tentaram roubar o Corolla azul do PM, que estava de folga. Ele reagiu e houve intensa troca de tiros. Um dos marginais morreu no local. Os outros dois conseguiram fugir. O PM não se feriu.

Segundo o batalhão, um dos fugitivos estaria baleado. Os policiais fizeram buscas em unidades de saúde da região, mas não localizaram o suposto ferido. De acordo com o delegado Pablo Rodriguez, da Divisão de Homicídios, onde o caso foi registrado, os bandidos seriam do Morro da Lagartixa, no Complexo de Costa Barros, que fica próximo ao local.

No Corolla do PM foram contabilizados 14 tiros, sendo nove no para-brisa e seis na lataria do lado direito.

policial-mata-suspeito-assalto
Foto: Osvaldo Praddo / Agência O Dia